Experimento Portabilidade

Quantos eus o meu eu porta? Somos muitos e somos um só. A ideia de que (com)portamos seres e fazeres os quais se revelam de acordo com o quadro em questão é temática para uma coreografia que busca enquadrar-se (no espaço, na música…), mas que revela-se, a cada ponto de vista, uma coreografia diferente.

Concepção, coreografia e interpretação: Fernanda Boff
Direção, câmera e edição: Diego Esteves
Música: Rearrangement of Kara’s ditty
Produção: NECITRA e Canto – Cultura e Arte  

Indicado ao Prêmio Açorianos de Dança 2013 na categoria Novas Mídias

Selecionado para a I Mostra Prosa, Vídeo e Dança – São Paulo/SP

 

Este trabalho foi desenvolvido junto ao NECITRA, dentro do projeto Desdobramentos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: